° Alopatia

A palavra  é oriunda da palavra ALLOPATHIE , é um sistema terapêutico que consiste em tratar as doenças por meios contrários a 

elas, procurando conhecer suas causas e combatê-las. As técnicas utilizadas seguem o princípio “contraria contrariis curantur”.

O termo alopatia  foi utilizado por Hanhemann  para descrever técnicas que não fossem homeopáticas e, hoje, se refere à medicina atual, convencional, de bases científicas sólidas.

A alopatia  tem suas bases em Galeno (131-200), famoso médico particular do imperador romano Marco Aurélio (século II), que desenvolveu um sistema médico em que se combatia a doença por meio de substâncias ou compostos que se opunham diretamente aos sinais e sintomas das enfermidades. 

 Assim, no caso de uma febre, utilizava um antitérmico; para dor, um analgésico, na diarréia um antidiarréico.

Nesse método chamado de direto , as atenções do médico estão voltadas para a região ou função prejudicada pela doença. Por isso, Galeno,  é considerado o precursor do tratamento chamado alopático. Também criou uma escola médica e inaugurou uma nova fase para a Medicina. Seus métodos chamavam a atenção pelo aspecto prático e imediato dos resultados. A filosofia constitui a base da medicina alopática atual.

Galeno preparou o caminho para o racionalismo científico de tal modo que, se hoje utilizamos medicamentos tão sofisticados e tão específicos para as doenças, foi decorrência do desenvolvimento das técnicas e de toda a filosofia médica deixada por Galeno.Hoje na farmácia alopática utilizamos as técnicas galênicas, assim chamadas devido a suas origens.

Sem duvidas, a Alopatia  é a medicina mais difundida no mundo todo - isto se deve, em parte, pelo desenvolvimento de 
grandes laboratórios farmacêuticos. A Alopatia  possibilita a melhora da condição de vida do paciente enfermo e, sem dúvida, ainda se desenvolverá muito, tornando cada vez melhor a condição humana.